Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


sábado, 20 de fevereiro de 2010



Às vezes é no momento em que pensamos estar tudo perdido, que surge a insinuação que pode nos salvar, batemos em todas as portas que não levavam à nenhum lugar e depois tropeçamos sem saber na única porta pela qual poderíamos entrar, que teríamos procurado em vão durante uma centena de anos e ela se abre sozinha.


(Marcel Proust)

4 comentários:

Natalia Araújo disse...

É exatamente assim que as coisas funcionam.
Quando tem que dar certo é dessa forma.
Quando achamos que tudo está acabado, eis que surge o início.

Lindo, não?
Amei...

Beijos.

Dani disse...

que bom que a vida nos surpreende, não?

beijo

Cássinha disse...

=DD Gostei daqui! Tô seguindo!
:*

Lilian disse...

é preciso estar distraído não esperando absolutamente nada.
;*