Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


segunda-feira, 2 de maio de 2011

.

Embora eu tenha de partir, eu te asseguro
Que em nossas almas não haverá separação.
Elas são uma, e, assim como bloco de ouro
Que é distendido em folha, juntas ficarão.

Ou se elas são duas, serão duas apenas
Como duas, as hastes gêmeas de um compasso:
Tu és a haste fixa, mas moves-te em verdade
Todas as vezes que a outra alma avança um passo.



E, enquanto a outra lá bem longe circunvaga,
Essa em seu centro, p'ra ela inclina-se depressa,
Solícita; e só se ergue de novo ereta
Quando a outra haste de sua viagem regressa.

Assim és tu p'ra mim, que, como haste oblíqua,
Obliquamente vago distante de ti;
Tua permanência faz perfeitos meus circuitos
E ajuda-me a voltar ao ponto de que parti.

.

Poema: John Donne, A valediction: forbidding mourning.
Arte: Marc Chagall, Le Coq sur Paris.

.

37 comentários:

Alê disse...

"Assim és tu p'ra mim, que, como haste oblíqua,
Obliquamente vago distante de ti;
Tua permanência faz perfeitos meus circuitos
E ajuda-me a voltar ao ponto de que parti"


Chego a sentir o nó na garganta das palavras que não se verbalizam, das lágrimas que escorrem se se importar, e do olhar que ficou pra trás....


Maneira saudosa (e tristinha) de começar o dia... Sentindo falta.


Adorei assim mesmo.


Um beijo!!!!

Maurício de Medeiros. disse...

Belo poema!É bom conhecer coisas e poetas diferentes, já que tudo o que vemos são poemas clichês e cansativos correndo a internet.
Parabéns pela iniciativa.
Abraço

Liza Leal disse...

Essa paz fina e presente q nem todo canto tem...
O bom gosto inegável no q encontro aqui...
A despretensão em ser suave...


Boas e fortes razões p/q eu volte aqui.

=)

Déborah Arruda. disse...

Sabe esses amores leves onde as almas é que tem o maior peso? Pois é. São lindos ...

'Lara Mello disse...

Uma amiga antes de ir embora me mandou o pedaço final desse poema.. Chorei muito!

Você sumi Leo! E a música clássica? Viu? Ouviu? Depois me diz, né... Rs!

Đeh Olliveira ♪ disse...

Lindo, leve, suave, verdadeiro e doce ...

... tudo o que aqui encontrei.

C. disse...

Como diz a música de Angela Ro Ro, esse é "o compasso que faz meu animal ser gente".

Viajei na arte de Chagall... aliás, esqueci de comentar que adorei saber aquela curiosidade que me disse sobre aquela tela que postei, porque eu nao sabia!!!!!

Beijos imperador da arte ;>

Lily disse...

Saudades deste jardim japonês! Tão bem cuidado, carinhosamente adornado...

Almas inseparáveis porém separadas, acredito nisso, faz sofrer, mas também faz bem, conforta neste mundo desértico.

Beijos,

Suzana/LILY

Carina Rocha disse...

... lindo poema... =)

lolipop disse...

"Como duas as hastes gémeas de um compasso..."

Que poema belo Leo!

Retrato de paixão, mas também vestindo como luva uma amizade.

Sincronia de sentires...

Mil ternurasssssssssssssss

nacasadorau disse...

Obrigada por partilhar este belíssimo poema de John Donne que eu desconhecia totalmente.

O amor entre duas pessoas que são obrigadas a manter-se distantes, mesmo que só por algum tempo, pode aumentar...ou não!

Esta ideia remeteu-me para uma letra de um tema de canção que diz
"The less I see you ... the more I love ... the more I love you the less I see".

Paradigmático e metafórico, mas sempre uma possível verdade.

Beijo

Sam. disse...

Ah Leo, que coisa linda!
Conheci John Donne em "Por quem os sinos dobram", e desde então não parei mais e me encantei por sua arte!

Essa poesia é maravilhosa, relações de alma que se entregam, tão pura verdade, sublime e eterno..

Vc me encanta com sua sensibilidade mocinho..rs

Beijo grande pra vc!

Néia Lambert disse...

Esse poema é lindo!

Um abraço.

Letícia Silva disse...

sempre encontro lindos poemas aqui, sua sensibilidade é notável!

Winny Trindade disse...

Eu gostei tanto, mas tanto desse!

Abraço forte, Moço dos segredos.

Daniele Barizon disse...

Amigo,

O que todos desejamos, senão, nossa completude no outro?

Bjs!

Marília Felix disse...

Leo,

minha vontade é de te encher de abraços!

Cativa-me cada vez mais!*-*

Tem Twiiter?

Beijos nesse teu coração de Ouro.

Elaine Castro. disse...

Linda escolha maninho, por sinal, como sempre né!
E como sei que não é de escolher aleatoriamente as poesias e textos para postar por aqui, tem "coisa mexendo com você" né!

Beijinhos e saudades.

Lívia Azzi disse...

É a falta que movimenta a haste
e faz o compasso girar
e voltar ao centro
para amor-tecer


Arte e poema igualmente inquietantes!

Beijos e afetos,
querido Leo!

Gilson disse...

Super interessante como o poeta brinca com as formas e objetos para traduzir o amor.

Valeu!!!

♥cinderela♥ disse...

Léeeeeeeeo obrigada por me visitar e por td resto rs .
Beijos e sorrisos !

Van disse...

Infinito

Me lembrou o símbolo do infinito

Tão lindo!

lendo e relendo e relendo

Beijos Leo!

Alexandre Felipe disse...

Tu é poeta hein!!!

Abraços

Alexandre
http://soupretomassoulimpinho.blogspot.com/

Camila Lourenço disse...

Lindo!
Vc tem uma sensibilidade bem incomum e uma forma bem diferente de dizer as coisas.
eu gosto.

Beijo!

O Universo dos Pensamentos disse...

Que poema lindooo...

Boa tarde, bjo

Camila disse...

O todo está muito bom, mas principalmente essa frase:
Tua permanência faz perfeitos meus circuitos
E ajuda-me a voltar ao ponto de que parti.

Carina Rocha disse...

Ola Leo,

Obrigado pelo teu primoroso comentário e pela tua visita ao meu blog. Admirável trecho que me deixaste, infelizmente há mesmo coisas que nos doem para toda a vida mas sarcasticamente a vida é mesmo assim.

Mais uma vez tenho que realçar que o teu blog esta extraordinário e contem poemas sublimes. Aprecio muito este teu blog ;)

Beijos e inté ^^

Lilian disse...

Lindo demais.
Amei teu comentário.
Bj

Hospicio da tia Luh -- By Pri disse...

Leoo passando pra deixa meu bjo e dizer eu nunca me esqueço de vc... vem sonhar aki cmg vem... :* bjos lindooooooooooo

Julliany kotona disse...

Se você sente que tudo perdeu seu sentido, sempre haverá um "te quero", sempre haverá um amigo. Um amigo é uma pessoa com quem se pode pensar em voz alta

Amigo é coisa pra se guardar
No lado esquerdo do peito dentro do coração é onde te guardo<3

To passando pra te deixar um beijo e te desejar um lindo final de semana de muitas realizações a você e toda a sua familia bjos de uma amiga!

Val disse...

lindo

Dil Santos disse...

Oi Léo, tudo bem?
Ai menino, que lindo, rs. Gente, achei perfeito por demais, rsrs.
Esse vazio estranho é q as vezes complica né? rs
Abraços menino

Cristiny* disse...

"Tua permanência faz perfeitos meus circuitos
E ajuda-me a voltar ao ponto de que parti."

Incrível, adorei! Na verdade eu adoro vir aqui.
Beijos e obrigada pelo carinho!
;)

Manuela disse...

*-* muitooo lindooo adorei todo seu blog, um sentimnto verdadeiro demosntrado em palavras muitoo lindo

нєllєи Cαяoliиє disse...

'E ajuda-me a voltar ao ponto de que parti.'
Mas que volte vezes e vezes,sempre renovado!

Liza Leal disse...

Vim reler essa fina maravilha de poema.

=)
bj de bom dia!

Fernanda Abatepaulo Linhares Guimarães disse...

Belo poema!