Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


sábado, 4 de setembro de 2010

.



Estou lá onde me invento e me faço:
Na arte ou na vida,
em carne, osso, lápis ou giz
onde estou não é sempre
e o que sou é por um triz.

Poema:Maria Esther Maciel
Arte: Jorge alío

.
.

18 comentários:

Winny Trindade disse...

"e o que sou é por um triz."

É bem isso.

Abraço meu.

Franck disse...

A corda bamba, a beira do penhasco, seria o msm que por um triz? Eu ando sempre assim...
Abçs!

Michele P. disse...

E tenho tanto medo de ser eu...

Abraço grande, Léo!

Feeling what the other feels disse...

Na corda bamba da vida. Temos oportunidade de nos reiventar, todos os dias assim que levantamos da cama. Temos oportunidade de fazer tudo diferente. De ser a diferença que sempre procuramos no outro. Isso ocorre para que tenhamos nova oportunidade de acertar, e de ser alguém melhor após o erro cometido. Se é pra mudar, deve começar em nós. Pra só depois exigir do outro. Ou continuar vivendo por um triz. De pé na corda, acertos, se cai dela, os erros. Você é quem escolhe o que será eterno em você, no seu coração, e os erros que nunca deveriam ter entrado nele. Um ótimo fim de semana prolongado para nós. Seguindo-te. :*

Malu disse...

Oi , Leooooo !!!
Como já te gosto , menino bonito.

Minha alma dança quando venho aqui ...
Sempre me reconheço no que postas.

Estou sempre lá , onde me invento,
...lindo demais isso.

Obrigada pela amizade , carinho de
sempre.

Deixo Bjo com Carinho !

Suzi disse...

.

E por um triz estamos sempre, Leozinho.

Sempre me invento e me faço.

"Tudo que eu não invento é falso"


Te beijo, te abraço forte!

.
.

Rodrigo Passos disse...

lindo poema!!!

Lívia Azzi disse...

Oi Leo!

Estou em BH, uma correria para rever família e amigos em três dias...

Entendi seu comentário sim! A idéia do texto é refletir sobre as mulheres "capas de revista" e os homens "babões"...

Amei essa frase:

"onde estou não é sempre
e o que sou é por um triz"

eu sinto isso sempre...

Um beijo!

Mari Carvalho disse...

"Estou lá onde me invento e me faço:
Na arte ou na vida.."
PERFEITO *-*

Ana Carolina Vingert disse...

Adorei a mulher misteriosa do quadro léozito.

Saudade de vc sabe.
mas a gente se fala no msn
claro.


beijo meu pequeno principe!

Pérola Anjos disse...

E somos e estamos e nos reinventamos em nós mesmos. Sempre por um triz...

Perfeito, Leo querido!

Beijos!

Malu disse...

Leo , passei pra deixar BjO , Abraço e dizer que tô com Saudades ...

Mariane disse...

Viver por um triz
é reinventar
sair do programado
estaticamente nominado
que na vida sente a arte
dezenha o giz
sente na carne.

Te sigo também, agora!

Naia Mello disse...

Inconstância. Nem lá e nem cá.

z i r i s disse...

Nossa, como amo vir pisar aqui, é chão acolchoado esse. E também paredes de espelho.

Lindo!

Por um triz..

Bjãoooooo

Poupée Amélie™ disse...

Oi Leo!
Gostei daqui e sigo!
BjO*

Denise Portes disse...

Leo
Eu tinha um amigo escritor que dizia: " O que a gente não inventa, não existe."
É assim a vida dos sensíveis.
Um beijo
Denise

Paulinha Leite disse...

Tu me visitastes no orkut, menina curiosa que sou fui te visitar tb. E vi que tinhas um blog. E quando entrei aqui fiquei encantada! Tudo lindo.
Te levo comigo pro meu cantinho.
Sao dessas docuras que nao se pode deixar pra tras...

Sorrisos e estrelas pra vc! :)