Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

.

Talvez eu esteja cansado de vagar em meus caminhos
Por tantas terras cheias de cavernas e colinas,
Eu vou encontrar o lugar para onde ela se foi,
E beijar seus lábios e segurar suas mãos;



Caminharemos entre coloridas folhagens,
E ficaremos juntos até o tempo do fim do tempo, colhendo
As prateadas maçãs da lua,
As douradas maçãs do sol.

Poema: Willian Butler Yeats
Arte: Auguste Pierre Cot

.

25 comentários:

†METAMORFOSE AMBULANTE† disse...

Eis que deixo de viver só em meu mundo e vou de encontro ao mundo dela, encontrando-a, ficaremos juntos até o tempo do fim do tempo! Muito bom!

*Mi§§ §impatia* disse...

Eu vou encontrar o lugar para onde ela se foi,
E beijar seus lábios e segurar suas mãos;

Amei esses versos.....lindos demais.....
Hum, Leo tá xonadeeeeeeeeeenho mesmo....altas declarações...rs
Boa semana querido, beijos.

Leo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana SS disse...

E, novamente, o tempo em suas escolhas poéticas...
:)

Suzi Montenegro disse...

.

Lindo poema, Leozinho!

Parar de vagar os caminhos solitários e buscar o amor para eternizar no tempo.


Beijos, beijos & beijos

Eternamente...

.
.

Tangerina disse...

não é só você...

Chá das Cinco disse...

Teu blog é GOSTOSO de ler.
Beijão
Gemária Sampaio

Aline Calamara disse...

Lindo poema!
"E vou encontrar o lugar para onde ela se foi...". Muito bom mesmo. Seu blog é sempre um prazer.

OBS: Tem um desafio para você no meu bog. Indiquei 7 pessoas e você é uma delas.
Bjs
Aline Calamara
http://prosadejanela.blogspot.com

Winny Trindade disse...

Você já sabe o que penso desse poema.
Como sempre: Tudo lindo!!

Abraço meu, moço dos segredos.

Luna Sanchez disse...

É a personificação do paraíso, mesmo. Que bonito!

Beijo, beijo.

ℓυηα

Lily disse...

"...As prateadas maçãs da lua,
As douradas maçãs do sol."

Leo,

Tão bom passar aqui, dá um relaxamento na alma...

Eu quero alguém que me faça tal convite, nem que seja por segundos, me perder no tempo, comendo tais maçãs.

Beijos!

Naia Mello disse...

o texto traz bem estar. Tão doce.

Lívia Azzi disse...

...As prateadas maçãs da lua,
As douradas maçãs do sol...

símbolo do desejo proibido, de noite, de dia, no inferno e no paraíso, entre lá e cá, em equilíbrio!

Um beijo!

Flor de Lótus disse...

Oi,Leo!lindos versos uma bela escolha como sempre.ficar por ai vagando sem rumo certo é mesmo muito penoso, ir ao encontro da pessoa amada é sempre a melhor saida.
Beijos

Ana Carolina Vingert disse...

Recebi essa coisa linda na minha página sabe.
importante! hahahaha.

Sempre lindo,
estou de volta PP

sua rosa!

Denise Portes disse...

Leo querido,
E esse poema me faz ter vontade de viver eternamente apaixonada.
Beijos
Denise

Suzi disse...

.

Eita, Leozinho...

Assim não vale. kkkkkkk


.
.

'Lara Mello disse...

Muito lindo o poema! Lindo Lindo!!

Bju!

Marinha disse...

O coração servirá de guia.
Sigo-te aqui!
Bjo

ErikaH Azzevedo disse...

E qdo achares estar canso de procurá-la será ela a te achar.

Lindo menino Léo...amor é procura sim, é sonho e só depois é realização.

Bjos ao menino de amar.

Erikah

♥ Pri - NSNL ♥ disse...

Leoooooooooooooooooo... q lindo... ai ai .. q saudades de ti guri! bjk

Pipa. Agora eu era o herói. disse...

Você tem uma sensibilidade única para escolher poemas que gerenciam nossos pensamentos e afastam nossas angústias. Estar ao seu lado é um convite à serenidade Leo. Aqui o tempo passa, sem necessidade de obter uma sequência. Sempre que passo aqui, parece que estou de frente a avenida principal da minha vida.

Te beijo
Me beijas
Fantasiamos sim.

Daaý Brunett´S disse...

Tão lindo! *-*
Beeijos e sorrisos!

Tatiane Lemos disse...

ai Leo, vocÊ anda tão doce rapaizinho!

Beijão, saudades de ti!

Luana Lopes disse...

amei, apaixonante!!!!
bjus!