Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

.

Grito, fruto obscuro
e extremo dessa árvore: galo.



Mas que, fora dele,
é mero complemento de auroras.

Poema: Ferreira Gullar
Arte: Aldemir Martins

.

17 comentários:

Leo disse...

Um galo sozinho não tece uma manhã:
ele precisará sempre de outros galos.

João Cabral de Mello Neto.

*-*

e vamos tecer nossa manhã!

Lily disse...

Ai de mim, que nem sei mais quando foi que os ouvi...

Ser sozinho é só solidão, não faz rima, não faz dia e nem noite e é triste sina.

Beijos!

Lívia Azzi disse...

(...)"De um que apanhe esse grito que ele e o lance a outro; de um outro galo que apanhe o grito que um galo antes e o lance a outro; e de outros galos que com muitos outros galos se cruzem os fios de sol de seus gritos de galo,para que a manhã, desde uma teia tênue,
se vá tecendo, entre todos os galos"(...)

Lívia Azzi disse...

(...) "E se encorpando em tela, entre todos, se erguendo tenda, onde entrem todos, se entretendendo para todos, no toldo
(a manhã) que plana livre de armação. A manhã, toldo de um tecido tão aéreo que, tecido, se eleva por si: luz balão".

Ficou irresistível deixar de completar seu "chamado"!

Um beijo e um excelente final de semana!

*Mi§§ §impatia* disse...

É sózinho não chegamos a nenhum lugar.....o bom é quando temos outro pra nos dar a mão e seguir no caminho conosco.
Bom fim de semana, beijos.

Winny Trindade disse...

Gritar, às vezes, é a solução.
E estar junto também.

Abraço meu, Moço dos Segredos.

'Lara Mello disse...

Vamos sim! Linda imagem! Sorte!

Carol disse...

Cante galinho, e que nasça um novo dia! >.<

Beijo.

Rita Contreiras disse...

Um deleite estar aqui! Um jardim poético de imagens e palavras. Grande abraço.

Angel disse...

Somos todos um conjunto de detalhes, não é Leo?! E juntos, e somente juntos, fazemos a beleza do todo.

Abraço, meu amigo!

Naia Mello disse...

entendi de outra forma. Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje. Acho que uma ideia só pode realizar se for exposta.

Lia Araújo disse...

Eu quero o canto a partir de agora

beijos Leo

P.S Vc me aceitou no msn?

otimo domimgo pra ti!

†METAMORFOSE AMBULANTE† disse...

Muito bom!

Néia (Dulci) disse...

Ferreira Gullar, como sempre, profundidade em poucas palavras.
Um abraço Leo

Tangerina disse...

não sei porque que não ouvi cantar ainda... talvez porque nunca mais amanheceu.....

não sei.
vou pensar.

Denise Portes disse...

Esse autor é asim arrebatador de corações rs
Beijo Leozinho
Denise

Rafael disse...

Gostei, bem legal o blog, cara.
Abraço