Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


quarta-feira, 28 de abril de 2010

Uma ocasião,
meu pai pintou a casa toda
de alaranjado brilhante.



Por muito tempo moramos numa casa,
como ele mesmo dizia,
constantemente amanhecendo.

Poema: Adélia Prado

*

14 comentários:

Naty Araújo disse...

Eu quero morar, não numa casa alaranjada brilhante... Mas cheia de amor que ela pode nos oferecer, através da família.
E se o brilho alaranjado vier... melhor ainda para trazer a perfeição.

Maria Antonieta Figueiredo disse...

Olá Leo!
Seu blog é lindo! Me apaixonei! rs.
Obrigada pela visita e pelo comentário. Vou passar por aqui mais vezes, já estou seguindo!
Beijos

Pipa. A que sonha. disse...

Fiz o mesmo Leo.

E oohhh, clareou tudo.


Um beijo de sol

Angel disse...

Há de se ver poesia na vida!

Abraço, Leo.

Di disse...

Ter um lar é importante, independente da cor da casa. ;)

p.s.: Ainda não conheço SP, mas tenho vontade de conhecer.

Abraço!

Regina Guedes disse...

Interessante "constantemente amanhecendo"... seria bom que todos nós pudéssemos estar "constantemente amanhecendo" assim seríamos eternas crianças... rs, rs, rs, rs... só eu mesmo para ter uma ideia tão doida!!!!
Casa, lar, amarela, laranja, verde, azul... nosso lar está onde nosso coração está. Mas que seria legal estar constantemente amanhecendo seria, né?!
Regina

Denise Portes disse...

Leo querido
Esse é para mim o mais lindo poema de Adélia Prado. Desde que li, há muitos anos, nunca me esqueci. Acho que é porque quero envelhecer amanhecendo.
Beijos
Denise

Juliana Lira disse...

Léo

Muito obrigada pela força, realmente por aqui a luz aflora...Te adicionei.
Quanto a casa da Adelia... "amanhecendo"...Deveriamos pintar o mundo com essas cores: as cores da poesia!

Milhões de beijos

Prisca disse...

Lindo Blog Leo, Já estou a te seguir, só via teus comentários no da Rê... Essa de pintar a casa de alaranjado está óptima... mas essa luz emana de nós e invade a casa...sozinhos ou com uma grande família. Parabéns!!!! Eu tb sou como a tua frase de perfil: "...Mas eu, sendo pobre, tenho somente os meus sonhos; Eu espalhei os meus sonhos debaixo dos teus pés; Pisa com cuidado porque pisas os meus sonhos." W. B. Yeats

Sonhos e Estrelas disse...

Cá estou, Leozinho... "constantemente amanhecendo"


Sorrisos e talvez uma lágrima.

Beijos e saudades

Lidiana disse...

Obrigada pela visita e pelo comentário.
Seu blog também é muito interessante, sobretudo a parte do Pequeno Príncipe.Parabéns!
Abraços!

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

gostei das imagens e das cores das palavra deste lugar
abraços

silminhacolchaderetalhos disse...

Muito linda sua casa toda colorida, seu Blog arco-íris.
Ao lê-lo vejo um lindo cenário onde tudo é possível imaginar.
Mostra uma alegria e beleza das cores, onde passo a prestar mais atenção à linda natureza.
Como uma Aquarela da vida que deve ser pincelada com cores fortes...
Pois só assim sentiremos o contraste dos sentimentos.

Sylvia Araujo disse...

Esse trecho da Adélia é de uma beleza e profundidade que sempre que leio me enche os olhos de lágrimas. Pra alguns parece nada, mas pra mim me toma inteira. Difícil explicar.

Lindo, Leo.

Beijoca