Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


terça-feira, 19 de outubro de 2010

Quanto tempo?
Quanto tempo ainda?
Anos, dias, horas?
Quanto?

Quando penso nisso
como me bate o coração.
Meu país é vida
Quanto tempo ainda?
Quanto?

Eu amo tanto o tempo que me resta.
Quero rir, correr, chorar, falar,
e ver e crer, e beber, dançar,
gritar, comer, nadar,
saltar, desobedecer.

Eu não acabei, eu não acabei.
Voar, cantar, partir,
voltar a partir.
Sofrer, amar, eu amo tanto
o tempo que me resta.

Já não sei mais onde
nasci, nem quando.
Sei que não foi há muito
tempo...e que meu país é a vida.

Eu também sei que meu pai dizia...
"O tempo é como o seu pão,
guarde um pouco para amanhã".
Ainda tenho o pão,
ainda tenho tempo, mas, quanto?

Quero brincar ainda,
Quero rir às gargalhadas.
Quero chorar rios de lágrimas.
Quero beber barcos inteiros de
vinho, de Bordeaux e da Itália
Quero dançar, gritar, voar,
nadar em todos os oceanos.

Eu não acabei, eu não acabei.
Quero cantar,
Quero falar até ficar sem voz.
Eu amo tanto o tempo que me resta.
Quanto tempo?
Quanto tempo ainda?
Anos, dias, horas, quanto?

Quero as histórias, as viagens.
Tenho tanta gente a ver,
tantas imagens,
de crianças, de mulheres,
de grandes homens,
de pequenos homens,
engraçados, tristes,
muito inteligentes, bobos.

Que engraçado,
os bobos me rodeiam,
como as folhas entre as rosas.
Quanto tempo?
Quanto tempo ainda?
Anos, dias, horas, quanto?

não me importo, meu amor.
Quando a orquestra parar,
continuarei dançando,
Quando os aviões não mais
voarem, eu voarei sozinho.
Quando o tempo parar,
Eu a amarei ainda.
Eu não sei onde,
Eu não sei como,
mas eu ainda a amarei.
Está bem?

Poema: Desconheço autor

.
.

24 comentários:

Ana SS disse...

O tempo perguntou pro tempo: quanto tempo o tempo tem?

Michele P. disse...

"Temos todo o tempo do mundo..."

Gostei Léo!

Beijo grande!

Winny Trindade disse...

Quanto tempo ainda nos resta?
Vai saber.

O verso final é tão lindo!!

Abraço meu, doce Leo.

Lívia Azzi disse...

... o tempo respondeu pro tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem...

Um beijo!

Maíra Souza disse...

"Quando o tempo parar,
Eu a amarei ainda."
Fodah!
Quem dera as pessoas fizessem assim.
Mesmo que o tempo não pare, e o fim esteja longe. O que vale é viver, aproveitar enquanto se pode. Não sabemos o dia de amanhã! ;)

BjO

Maria Rita disse...

Alguns contam eternidades em segundos, um brinde ao "Sr. Tempo"!

Beijos moço

Mari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mari disse...

Leeeeeeeeeeeeeo!
Que liiiiiiiiiiiiiiindo texto *-*

Avih.. Muita saudade de ti, moço!
Manda notícias!

Beijo =*

*Mi§§ §impatia* disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Enrique Coimbra disse...

Adorei! Ah, meu tempo é meu! Realmente, não importa quanto tempo resta: eu sei como não gastar sem fazer nada. O negócio é APROVEITAR. Pro bem, de preferência.

Lu disse...

Me emocionou o poema, Leo!
O tempo é muito mágico.
Nós cabemos nele, somos tomados por ele, dominados, levados...
Por outro lado, ele acalenta, nos faz esquecer...

"Tempo Rei!
Oh Tempo Rei!
Transformai
As velhas formas do viver"
Grande Gil!
Beijos, lindo!

'Lara Mello disse...

Gostei do poema e amo sua sensibilidade..Bju!

Naty Araújo disse...

Ahh que lindo.
Quando comecei a ler, já me veio na mente aquela música do Fruto Sagrado: "Quanto tempo ainda tenho"
Conhece? É bem legal.. eu gosto.

"Quanto tempo ainda tenho
Quanto tempo até o final da festa
Eu não posso perder mais tempo
Eu não sei quanto tempo ainda me resta.
A gente vive achando que vai viver pra sempre
Quem garante que eu vou ter um outro dia um outro instante?
Nada pode ser mais importante
A vida só existe pra gente amar"

Enfim.. tem mais coisas.
Mas tagarela que sou, vou me privar da continuação rsrsrsrs.

Beijos

ErikaH Azzevedo disse...

Lindo demais menino Léo...fazer do tempo esse conjugar de verbos.

Adorei!

E por falar em tempo, quero um pouco do teu tempo pra mim, reivindico sim..rsrsrs...quero é saber é qdo o tempo estará a contento a nos comtemplar.

hehehe

Bjo menino sonho.

Erikah

Aline Calamara disse...

Olá. Lindo poema.
O mais engraçado é que ha 10 minutos coloquei no meu blog um textinho sobre o tempo e como ele vai de contrário as minhas vontades de vez em quando rs. Adorei seu post como sempre.

Beijossss
Aline Calamara
http://prosadejanela.blogspot.com

Denise Portes disse...

Leo
O tempo, como diz Caetano, é o senhor do destino. Muito lindo esse poema.
Beijo
Denise

Juci Barros disse...

Lindo.
Beijos.

Tatiane Lemos disse...

Passar a vida com toda essa simplicidade e ñ ficar esperando por nada!

Beijos menino! Não me visitas mais?

Flor de Lótus disse...

Quanto tempo nos resta?Ninguém tem essa resposta na dúvida o melhor a se fazer é tentar viver cada momento da melhor formap ossível.
Beijos

Sil.. disse...

Leo, tão querido!

E lendo esse texto tão bonito, eu só posso cantar Renato Russo:

Temos todo tempo do mundo!!!!

Um abraço com carinho, desses que tempo nenhum apaga!!!

'Lara Mello disse...

Curioso como? Vc me disse que não tinha gostado..Eu tô gostando..Bju!

z i r i s disse...

Uau, que belo!


Ainda há muitos desconhecidos por aí, distribuindo palavras, doando esperanças...

Um beijo menino Leo...

JB disse...

O tempo não mora na poesia...
O tempo é poesia que passa nas horas do dia, nos minutos da noite e nos segundos do amor...

Beijinho

Naia Mello disse...

nos faz pensar. Porque é a resposta através de uma outra pergunta