Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


domingo, 14 de novembro de 2010

.

A sede se extinguiu, a fome já se foi,
E de lado a lado se rompeu o meu coração;
Meu rosto no espelho está desfigurado,
Meus lábios murcharam sufocados pelos beijos,
Meus peitos se tornaram quase ossadas.



Uma jovem alegre me tomou por homem,
Fiz com que se deitasse para contar-lhe o seu segredo
E ao seu lado depus uma rosa escarlate.

Poema: Dylan Thomas
Arte: Marc Chagall

.

25 comentários:

Grasi disse...

Linnndo!!
Leo, saudades daqui...
Bjão e um domingo super iluminado :)

Flor de Lótus disse...

Oi,Leo!Td bem?Então tu é administrador tbm, que legal em que área tu atua?Depois me passa umas dicas, meu e-mail é sibele.costa@gmail.com.
Um ótimo domingo!
Beijos

Flor de Lótus disse...

"Meus lábios murcharam sufocados pelos beijos,
Meus peitos se tornaram quase ossadas."
Ah o amor tem dessas coisas, as vezes o amor quase nos mata e nos sufoca...
Beijos

so sad disse...

pura arte!
nao é a toa que o bob roubou-lhe o dylan...rs
beijo!

Mari* disse...

Tão verdade! =*
"E ao seu lado depus uma rosa escarlate."

Beeeijoo Leo!

Winny Trindade disse...

Moço dos segredos, gostei tanto desse, mas tanto!!!

Abraço meu.

Denise Portes disse...

Leo,
Que lindo poema! Você e suas lindezas rs
Beijo
Denise

Naia Mello disse...

há alguma ligação entre eles. Mas me parece que é uma pessoa só. Um homem dentro da mulher. Eu acho.

Patrícia Vicensotti disse...

Que belo post,Leo...
Sempre inspirador.


P.S: agradeço sempre tua gentileza e carinho :)

Bjo!

*Mi§§ §impatia* disse...

"A sede se extinguiu, a fome já se foi,
E de lado a lado se rompeu o meu coração;"

E é bem assim que me sinto........
Bom feriado, beijos.

Lu disse...

Seria uma paixão que extravasa, invade e é vivida à última gota?
Daquelas que rompem lábios e murcham corações?
E o elo entre as etapas seguintes é nada menos que uma 'singela' rosa escarlate...
Beijo, Leo!

Lívia Azzi disse...

Seu post me lembrou um filme "Segredos Íntimos" de Avi Nesher. Assim que os prazos se acertarem por aqui, penso em escrever sobre ele e conectar com esse derradeiro Poema de Dylan Thomas.

Beijos!

Maria Rita disse...

Vim matar a saudade e é claro que encontro por aqui sempre o perfume doce da poesia. Vou ficar por aqui mais um pouco pra colocar a leitura em dia.

Que sua semana seja doce!

Beijos pra Ti

Be Lins disse...

Maravilhosa combinação de imagem e palavras.

Coisa de mago!


*

Lily disse...

Querido Leo,

Alguns poemas me desnorteam. Esse é um.

Beijos!

Érica disse...

Sempre entro num "transe" bom quando venho aqui... aconteceu novamente ;)
esse poema é lindo!

bjO
ótima semana

CYWMARA WADISQUY disse...

lindoHHHHHHHHHH

ahh o amor sempre presente em sensações unicas!!!

xerOOOO...

AGRADEÇO TUA PRESENÇA NO MEU BLOG VISSE...

Tatiane Lemos disse...

Coisas lindas aqui, Beijos Leo!

Saudades menino

esferografia disse...

Quando nos entregamos verdadeiramente a alguém, tiramos de nós os melhores pedaços para dar ao outro e ganhamos do outro seus melhores pedaços. Que a rosa vire uma roseira e perfume o mundo ao redor.

'Lara Mello disse...

Muito linda a imagem! Bju

Michele P. disse...

Então também se morre de amor?

Beijos querido Léo!

H.Brayan disse...

gostei da combinação entre tons e letras...
o luar na imagem torna a leitura ainda mais interessante.


abraços.
ps: espero seu visita.

LIANA PAULUKA disse...

Leo querido sempre passa doi mas passa, te add no msn mas nunca te encontro ;)

Qualquer coisa add o meu ai lianapauluka@hotmail.com

Pérola Anjos disse...

O amor sacia outras sedes, todas.

Belo post e imagem!

Beijos, Leo querido!

†METAMORFOSE AMBULANTE† disse...

Uma forma de vampirimos? Ou não captei?