Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


sábado, 27 de novembro de 2010

.

A constância é contrária à natureza, contrária à vida.



As únicas pessoas completamente constantes são os mortos.

Texto: Aldous Huxley
Arte: Henri Matisse

.

33 comentários:

Lily disse...

Querido Leo,

Adorei o post, pra variar... Risos... Sempre gosto muito daqui, voce sabe.

Mesmice? Que Deus me livre disso!

Imagem perfeita, tedio canceroso...

Desculpa a falta de acentos e cedilhas, coisa feia isso.

Abracos!

gabriela marques. disse...

Verdade. Eu mesmo me moldo a todo instante, nem sei quem mais sou.

*Mi§§ §impatia* disse...

Estamos em mudança sempre... viver é arriscar-se..... é não ter medo de mudar....
Bom domingo, beijo.

'Lara Mello disse...

Nossa! Profundo, viu amigo! Bju

Winny Trindade disse...

Isso me faz ter a certeza de que não estou morta.

Abraço meu, moço dos segredos.

gabriela marques. disse...

Oi Leo,
É verdade... estava há um tempo atrás com um pequeno probleminha nos comentários, mas já arrumei como você viu. Ainda bem! Estava começando a ficar preocupada porque ngm mais postava observações, nem nada.
Bom saber que tu me fazias visitas mesmo assim.
Um enorme beijo, ótimo fim de semana pra você!

Mila Lopes disse...

Belos poste, versos fortes, bela imagem!

Bjs

Mila

Denise Portes disse...

Leo querido,
Sou aquariana e jamais, nem mesmo que eu quisesse, conseguiria ser constante. Adorei o verso.
Beijos
Denise

Eu estou bem sim, obrigada, você é sempre um lindo.

Lia Araújo disse...

Meu querido, que post instigante....

sou tão inconstante... tão transitória... isso me deixou feliz.

beijos

P.S vc me add no MSN? Não apareceu aqui... manda seu o seu que eu adiciono!

;)

Um beijo grande

Lia Araújo disse...

Meu querido, que post instigante....

sou tão inconstante... tão transitória... isso me deixou feliz.

beijos

P.S vc me add no MSN? Não apareceu aqui... manda seu o seu que eu adiciono!

;)

Um beijo grande

Angel disse...

E a constância costuma ser tããão chata...

:-)

Abraço, Leo!

Ana SS disse...

Quem vive é paradoxo. Mas não basta respirar para estar vivo.

Lívia Azzi disse...

E viva a inquietação!!

"O que enlouquece é a certeza, não a dúvida..." (Nietzsche)

Um beijo e uma ótima semana!

Ps. Combinou com suas amigas?

Tangerina disse...

achei bonito seu fundo azul, por isso vim aqui...
e continuei gostando ainda mais...

†METAMORFOSE AMBULANTE† disse...

Nossa, acredita que jamais havia eu pensado nisto? Está explicado porque o Jim Morrison tanto admirava Aldous Huxley! Ótimo poste, parabéns! Até outrora!

so sad disse...

a constancia é cômoda.

beijo!

Janaina Cruz disse...

E ainda assim é porque não tem mais nenhuma consciência... Ah, Leo, nada no mundo está no mesmo lugar de uma hora pra outra...
Que sua semana seja perfeita :)

Camila Chaves disse...

... os mortos para nós.
Um beijão, Leo!

Marinha disse...

Constante é vontade de passar sempre por aqui.
Uma semana de paz pra ti, Léo.
Bj

Karine Melo disse...

è verdade, Leo!
Tudo é transitivo, oscila, muda de lugar, de ideia, de pensamento, de personalidade.
Mas os mortos não, estão lá, intactos.

Adorei!
um beijo, amor ;*

Tassyane Américo disse...

Leo, que saudade daqui!

E, é verdade! Aqueles que buscam ser constantes e temem as mudanças da vida, não são nada felizes.

Bom mesmo são as dúvidas, as incertezas, os riscos. Bom mesmo é não saber o que pode e irá acontecer.

Um beijão grande de quem voltou pra ficar!

Érica disse...

Há blogs que me causam um certo arrependimento... não! de forma alguma esse não é o caso do seu!srsr Ou melhor, /ás vezes me arrependo sim, de não ter mais tempo para ficar passando por aqui...
Esse seu canto me deixa com uma certa expectativa rsrrs sempre tenho certeza de que vou amar o texto e a obra que você postou ou vai postar.

e que coisa mais incômoda essa da contância hein!

Matisse... sou suspeita pra comentar, adoro! Adoro as cores, as formas, o movimento...

bjãO

Pérola Anjos disse...

A terra gira, estamos em constante movimento, mutação, transformação. Mudamos de opinião, quebramos paradigmas o tempo todo... Só a essência permanece.

Beijos, menino iluminado!

Naia Mello disse...

constantes. Bem complexa essa palavra. Muito.

Suzi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Suzi disse...

.

Isso quer dizer que não sou doida, ne´ Leozinho? rsrs

Tem mimo pra ti no meu blog.

Tentei roubar a foto d'O Livreiro, aquela que sabes que gosto, mas era muito pequena. Ahhhhh...



- Se ser neurótica é querer duas coisas ao mesmo tempo, então sou completamente neurótica.
Vou ficar voando de uma coisa para outra pelo resto da vida.


- Deixe que eu voe ao seu lado.



(Sylvia Plath - A redoma de vidro)

.
.

Flor de Lótus disse...

Oi,Leo!Só o fato de estarmos vivos e sermos humanos já faz de nós uma eterna contradição.
Beijos

Never Say never love! disse...

Leooooooooooooooooo vim deixar meu bjoooo... dizer q to com saudades.. axo q dessa vez consegui te linkar pq tava dificil heim aff!! até nisso é complicado hauuhauhauha bjo

SAUDADES

Lilian disse...

Eu prefiro ser metamorfose ambulante!
Um beijo querido!

Magda. disse...

Oi Leo
Gostei muito do blog. Dos escritos que coloca nele, das imagens.Parabéns.
É um bom lugar pra se perder alguns instantes..
Boa Tarde.

Never Say never love! disse...

tem sleo pra vc la pegaaaa bjok

H.Brayan disse...

OLá leo.
acho memorável, mais que isso , acho palatável!

^^
TOMEI A LIBERDADE DE SELECIONAR-TE.
AGUARDO UMA RESPOSTA...
http://hbrayan.blogspot.com/p/novidades.html

Néia (Dulci) disse...

Leo, a frase é absolutamente verdadeira!
Um beijo