Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


terça-feira, 2 de novembro de 2010

.

Sem me falar
Sem me olhar
Levantou-se
Pôs
o chapéu na cabeça
Vestiu
a capa de chuva
porque chovia
E saiu



Debaixo de chuva
Sem uma palavra
Sem me olhar
Quanto a mim pus
a cabeça entre as mãos
E chorei.

Poema: Jacques Prévert
Arte: Egon Echiele

.

21 comentários:

Winny Trindade disse...

As partidas são doloridas assim mesmo. Resta a nós saber aceitá-las e superá-las.

Abraço meu, Moço dos segredos.

*Mi§§ §impatia* disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodrigo Passos disse...

maravilhoso!

Lia Araújo disse...

Lindo demais!

Como vc sabe, adoro chuva... nela as lágrimas se misturam as lágrimas do céu... e fica tudo mais bonito!

beijos meu querido!
Fica com Deus

Lu (Pri) disse...

Ain leo que lindo texto.. adoreiii querido bjos da luh! brigado pelo comentario carinhosoooo...

Liza Leal disse...

=/
E msmo se nao chovesse, sinto q rolou água salgada nessa historia.

Tocante poema!

bj
.
L!zzA

Lily disse...

Pelo menos, chovia.

Há pessoas que se vão sem motivo, à toa mesmo e muitas alegam chuva, abrem os guarda-chuvas, sem que ao menos esteja chovendo.

Beijos, menino lindo!

'Lara Mello disse...

Léo! Tem selo para vc lá no blog..De coração! Bju

Mariane disse...

Adorei a inteligência que encontrei aqui.. ;)

Passei a segui-lo, pessoa especial!

Um bom restinho de semana pra tu.

Abraço,

Mariane.

Lívia Azzi disse...

A liberdade pertence àqueles que não têm medo da chuva!!

Beijinhos, Leo!

†METAMORFOSE AMBULANTE† disse...

Ótimo retrato de um fim!

LIANA PAULUKA disse...

Meu querido, ando tão atribulada que não tenho nem postado mais nada, tenho saudade sempre de passar por aqui, nunca pense que te esqueço nas minhas demoras

Sil.. disse...

Leo, meu querido!

Porque as partidas tem que ser assim???
Seria tão bom algo que ficasse, além da saudade!

Te abraço forte. Abraço de ursooooo!!!

Érica disse...

Mas o choro, assim como a chuva... passa.

lindo poema!

bjO

Poupée Amélie™ disse...

Quem parte geralmente vai triste também. Afinal, a separação por mais necessária, é dolorosa para os dois lados.
BjO*

Patrícia Vicensotti disse...

E a chuva passou a ser de fora pra dentro.É tempestivo todo amor que se rompe...
Triste e tão lindo a sinceridade desse poema.

Beijo,Leo!

Pérola Anjos disse...

E se foi sem deixar com que a dor passasse despercebida. Triste ida sem despedida!

Desejo-te encontros felizes em seus caminhos!

Beijos, Leo querido!

Marinha disse...

Lindo!
Adorei conhecer o blog!
www.construtoradepalavras.com.br

Flor de Lótus disse...

Oi,Leo!As partidas são sempre dolorosas e nessas horas só o tempo irá nos ajudar pois ele ajuda as cicatrizes a sarar.
Beijos

onzepalavras.com disse...

Arrebatador!

Tatiane Lemos disse...

E isso acontece na vida, lindo, profundo!

Adorei, beijão menino!