Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol...


segunda-feira, 22 de março de 2010

AMOR MUDO

.

Ardendo de amor, as cigarras
cantam: mais belos porém são
os pirilampos, cujo mudo amor
lhes queima o corpo!

(Canções de Camponeses do Japão)

.

2 comentários:

Naty Araújo disse...

Nooossa... depois dessa não preciso de mais nada para melhorar o meu dia.
Ou pensando bem... talvez sim, mas fora de alcance..

O amor é assim... faz-nos queimar não só o coração, mas o corpo, a alma.
É a maior chama que existe e a chama que todos nós queremos sentir arder em nós.

Beijos, Leo... com essa chama de amor que invade os corações.

Renata Bezerra disse...

Entre cigarras e pirilampos, fico com os segundos: queimando de amor em silêncio...

Ótimo dia pra ti, amigo.